Livros
Capa do livro O Alegre canto da perdiz

Literatura estrangeira - Romance

O Alegre canto da perdiz

  • Páginas: 352
  • Formato: 13x19cm
  • ISBN: 9788583181040

Dizem que sou romancista e que fui a primeira mulher moçambicana a escrever um romance, mas eu afirmo: sou contadora de estórias e não romancista. Escrevo livros com muitas estórias, estórias grandes e pequenas. Inspiro-me nos contos à volta da fogueira, minha primeira escola de arte.
Paulina Chiziane

Delfina é uma mulher negra cujo grito de liberdade está sempre sufocado. Sujeita às vontades do marido negro ou do amante branco, enfrenta as dificuldades de criar uma família multirracial e buscar o sustento em um cenário de casamentos por encomenda, de venda do corpo por quase nada. Misturando imaginação e misticismo, a prestigiada escritora moçambicana Paulina Chiziane apresenta um retrato poderoso e peculiar da sociedade e da mulher africana.

Ver o mundo desde Moçambique e não Moçambique desde o meu mundo. (…) As tramas que se cruzam são narradas em tom de fábula e conto oral. Porém sem ingenuidade ou simplificação nessa forma fabular. Porque o recurso traz personagens como Delfina, que quer embranquecer, mas não abre mão dos feitiços africanos; ou Maria Jacinta, branca demais para ser negra e negra demais para ser branca; ou ainda a relação de Delfina e João dos Montes, que casam para matar a paixão.
Reginaldo Pujol Filho

Sobre o autor

Paulina Chiziane nasceu em Manjacaze, província de Gaza, Moçambique, em 1955. Frequentou estudos superiores que não concluiu. Atualmente vive e trabalha na Zambézia. Publicou diversos livros, entre eles: "Niketche. Uma história de poligamia". Suas obras encontram-se traduzidas na Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França e Itália.

página do autor

Institucional

Livros

Loja

RSS | © Dublinense - Todos os direitos reservados